Trocaram olhares no ônibus e nunca mais se encontraram (parte 2).

Em um dia rotineiro de segunda-feira, Júlio foi ao trabalho e como de costume, pegava o ônibus no mesmo horário e no mesmo local. Seu pai morrera quando o rapaz era bem pequeno, e com isso, ele passou a sustentar sua casa.A mãe do jovem estava muito doente e ele não tinha tempo para pensar … Continue lendo Trocaram olhares no ônibus e nunca mais se encontraram (parte 2).

Trocaram olhares no ônibus e nunca mais se encontraram.

Com tudo isso, eles trocaram olhares no ônibus e nunca mais se encontraram.

Um jeito de olhar…

Em uma pequena e recatada cidade vivia Elza com os seus pais que, já idosos, de certa forma tornava a vida da jovem cada vez mais cheia de responsabilidades e afazeres. Porém, mesmo com sua labuta, a moça não esquecia do seu sonho: se tornar uma professora. Ela estudava em uma faculdade na cidade vizinha. … Continue lendo Um jeito de olhar…

1998

Em um belo e distante vilarejo, vivia Luna com os seus pais. Sua infância foi marcada pelas tarefas domésticas e nas poucas horas livres, costumava ir à biblioteca da cidade para ler os seus livros preferidos, ela era apaixonada pelos romances. Todos os dias, repetidamente, a franzina e simpática jovem estava às 15h no local, … Continue lendo 1998