Epílogos (Fev. 2018)

A maior atitude de fé que já tomei na minha vida foi seguir em frente levada apenas pela minha fé, e isso não foi nada fácil. Pois a minha vida estava baseada em várias e várias direções individuais por me achar inevitavelmente imatura e inconsequente.

Eu era grandemente insegura.

Mas quanto mais eu insistia em agradar as pessoas com uma boa intenção de me fazer melhor, eu não percebia que o problema estava na minha indefinição, pois dentro de mim havia várias opiniões e diálogos das pessoas recorrentes da minha insegurança e do medo de nunca conseguir ser e oferecer o meu melhor.

Nada era claro pra mim.

Até que e em um momento me notei sozinha e confusa, mesmo acompanhada por vários, e perguntei a Deus: será que estou errando novamente?

Mas através desta pergunta eu tive uma uma resposta do Espírito de Deus: Será que você não está errando por ter medo demais? Será que você está confiando em mim e em si mesma?

Isso foi o suficiente.

Eu havia sido direcionada pela minha pergunta a qual só poderia encontrar em Cristo, que me conhece por completo, e sabe do que preciso. E essa é a fé. A certeza do que não posso ver, mas ninguém pode ter essa certeza por mim.

Não há chances de vencer sem enfrentar os nossos medos, e confiar que tudo coopera para o bem dos que amam a Deus, e tem a coragem e disposição para viver segundo o seu propósito.

Pare e olhe para si mesmo.

Esforça-te, e tem bom ânimo, para que você consiga ser quem ninguém pode: você.

Fotografia: Luke Porter

@lukeporter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s