Melhor que fossem daltônicos.

É muito comum o ato de idealizar algo que se deseja. Existem pessoas que não somente lutam para alcançar o que querem, como também aquilo que não precisam.

O ser humano em si, sempre tem uma necessidade extrema de ter algo novo/diferente do que já possuiu ao longo de sua vida. Com isso, vem aquela curiosidade de conhecer o “desconhecido”. Alguns buscam viajar, outros namorar alguém diferente, também tem aqueles que compram compulsivamente, e por aí vai. Os desejos são muitos e quase sempre por coisas que não precisam ter naquele momento.

Diante de tudo isso, é inevitável que na maioria das vezes a pessoa se frustre. Quando tudo acaba, a empolgação também se vai. Pois por querer tanto uma coisa, muitos são intensos com quem só sabe ser superficial. E aos poucos isso só vai machucando. Chega até o momento auge: não se acredita mais no amor e nem que poderá ser feliz um dia.

Outrossim, ainda tem aqueles com vontade imensa de ter alguém para namorar, se relacionar. A amizade pode até ser colorida inicialmente, porém quando o tempo passa, é notório que seria melhor que ambos fossem daltônicos. Seria mais fácil se nunca tivessem iniciado. O término de um relacionamento ou de uma aproximação pode trazer consigo marcas que se perpetuam a vida toda. Mas acredite: isso não traz bem algum.

Tem coisas que ficamos querendo apenas por teimosia. Várias vezes deu errado, mas, mesmo assim insistimos. Mesmo Deus tendo mostrado que não é pra você, sempre se pega tentando, indo atrás, dando o famoso “jeitinho”. Mas saiba que, mesmo que não desista, isso não é pra você. Se Deus mostrou que esse curso não é pra você, abandone-o. Se esse relacionamento não é pra você, deixe-o. Se esse sonho não te fará bem, mude-o. Consulte a Deus em tudo que for fazer.

Todos os dias ao acordar, pergunte: Espírito Santo, o que faremos juntos hoje?

Somente Deus pode fazer os seus olhos abrirem, apenas Ele te faz enxergar o que não O agrada. Mas para isso, você tem de estar sensível a voz dEle e com uma vontade ardente de agradá-lO.

Fotografia: Luca Iaconelli


@oscartothekeys                                                                                                     

4 comentários sobre “Melhor que fossem daltônicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s