A evolução das responsabilidades

A idade vem chegando e com ela os cabelos brancos e outras conquistas. Poucas coisas acompanham a nossa vida do começo ao fim, a maioria delas some ou simplesmente se transformam. Uma das coisas que nunca deixa de chegar e muitas vezes evolui junto com a gente são as responsabilidades.

Quando nascemos não temos preocupações, o mundo é uma coisa só que faz parte de nós. E para falar a verdade, a preocupação é mais dos outros em relação a nós do que nós em relação aos outros. Quando vamos comer, quando vamos tomar banho, quando vamos dormir, quando ficamos doentes, tudo isso para nós não existe.

Vamos crescendo e com o passar do tempo começamos a demandar algumas pequenas preocupações. Onde estão nossos pais, quando teremos sua atenção. Estou com sede, estou com fome, preciso de um banho. Quero brincar, estou com sono. Começamos a entender que temos vontades e necessidades e passamos a querer saná-las na nossa hora.

Quando crescemos mais um pouco (no meu caso nem cresci tanto) começamos a entender que existem vontades e necessidades dos outros. Começamos a entender um pouco sobre responsabilidade, respeito, individualidade, sociedade, meritocracia e boa parte disso começa na escola.

A adolescência é uma fase de transição e por tanto é muito confusa, estamos deixando de lado a nossa leveza da infantilidade e chegando ao pesado mundo adulto. Estamos com uma base formada, o alicerce de quem somos está fresquinho mas ainda não está terminado. Estamos começando a construir muros e portas na nossa personalidade. Em alguns casos fica um muro pela metade, uma porta no meio de uma janela, mas faz parte.

Quando ingressamos no mundo adulto parece que tudo é certo. Sabemos o que queremos, onde queremos chegar. Só não termos certeza dos meios. Queremos ter dinheiro, saúde, tempo e outras coisas. Começam a chegar os primeiros boletos, esses ninguém esquecem, nem o primeiro salário.

Para aqueles que tem filhos ou formam uma família chega a hora de passar tudo de novo. Além de ter suas próprias preocupações começamos a ter responsabilidade por outra vida e essa é a maior responsabilidade de todas, uma vida. Quando você estiver naquele dia que não quer nem se levantar porque não tem forças, lembre-se de Deus. Ele tomou para si a maior responsabilidade de todas, cuidar de todas as vidas.

 

Fotografia: Francisco Gonzale

@franciscoegonzalez

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s