CARTA PARA O AMOR.

Olá querido,

Confesso que eu estava querendo muito te escrever, meu amor. Sim, você é o meu amor. Apesar do curto tempo que nos conhecemos, você me fez perceber que o amor é verdadeiro e imutável.

Já parou para pensar naqueles casais que ficam juntos durante décadas? E também já imaginou quantas noites e fim de tarde eles viveram ao lado do outro. Tudo isso me fez iniciar essas palavras. Será que a mesma coisa será possível com nós dois? Viajo nos meus pensamentos e tento entender o que eu sinto; apesar de saber que os sentimentos não devem necessariamente ser ‘entendidos’ e sim, sentidos. E sabe de uma coisa, eu quero ver os seus cabelos ficando grisalhos, também quero lhe acariciar quando acordar no meio da noite assustado, estarei ali contigo quando estiver adoentado e te quero pertinho quando eu estiver para ter nosso bebê, ou até mesmo: nossos bebês. Não tenho dúvidas que eu amaria sua neurose, suportaria seus ciúmes e defenderia os seus sonhos.

Amor, sei que você tem seus defeitos, seu jeito, suas preferências, mas eu confesso que amo cada pedacinho seu, tudo mesmo. Viajaria o mundo ao seu lado e se possível, passaria a vida toda no mesmo lugar em sua companhia. Aprenderia fazer sua comida preferida para lhe agradar e usaria o melhor perfume para roubar seu sorriso.

Apesar de tudo que sinto, quero saber algumas coisas, tudo bem? Calma, não é nada que você não saiba responder. Bom, vamos lá: você me acharia boba se eu dissesse que você é a minha notificação preferida? Se eu te ligasse na madrugada para dizer que estou com saudades? Se eu chegasse de surpresa no seu trabalho para deixar aquela sobremesa que você ama? Ou se eu te falasse que meu amor só aumenta? Bom, isso é o que eu sinto. Se você sente o mesmo, seremos eternamente bobos; juntinhos!

Você superou todas as minhas expectativas e só hoje, te quis milhares de vezes. Não me imagino ao lado de outra pessoa, você é o que eu quero.

De todas as coisas que queria nesse momento, pegar nas suas mãos seria a mais desejada. Todos os dias essa saudade cresce, dá vontade de falar para ela: por que você é tão malvada comigo? Seja boazinha e trás ele pra mim, por favor. Se eu pudesse me transportar, com certeza estaria no seu abraço. Se eu tivesse o poder de voltar no tempo, teria lhe encontrado antes.

Você sempre foi e sempre será minha escolha. Te amo!

Do seu eterno amor, (…).

Fotografia: freestocks.org

@nate_dumlao

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s