Nossas diferenças

Não somos perfeitos, e diga se de passagem, esperamos por pessoas que completem nossas imperfeições, mas esse não é o caminho certo.
A verdade é que somos facilmente influenciados pela mídia a acreditar em que o amor acontece no momento em que esbarro e cruzo os olhos com um desconhecido na rua e sinto um frio na barriga, ou então ao encontrar alguém que canta e toca violão como o Tiago Iorc. Seria surreal não é mesmo? tão surreal que só conseguiríamos pensar no aqui e agora, e acreditar que é perfeito aquilo que nosso cérebro projeta a partir dos nossos gostos e preferências, mas serei franca com você, isso não é amor, e pesquisas concluem que relacionamentos que começam baseados em circunstâncias cinematográficas não duram. Creio que você já percebeu que nada acontece duas vezes da mesma maneira. E se você acha que encontrou a pessoa perfeita, trate de da um pequeno beliscão em você, suponho que possa estar em devaneios.
Caro leitor, o amor verdadeiro existe sim, mas não é fácil, e tampouco parecido com os contos de fadas. Voce saberá se é amor verdadeiro a partir do momento em que visualizar de fato quem é a pessoa, enxergar bem seus defeitos, mas saber compreende-los, pois as virtudes se sobrepõe. Você sacrificará vontades e costumes que podem prejudicar a quem supostamente ama (se no caso, ainda não descobriu), com o tempo, perceberá que certas reações e emoções serão naturais. Não virá de nenhum filme ou música, mas sim da convivência um com o outro, as suas diferenças contribuirão para o crescimento um do outro. Mas veja bem, não falo de completar, falo de contribuir, quando ambos funcionam bem juntos, e o que funciona de vez em quando precisa de uma pequena revisão, as descobertas são diárias. Pois se você se sente incompleto não espere que alguem te complete, ninguém fará isso por você, isso é exigir demais de qualquer pessoa.

Há uma canção que a letra diz:

“Tive que aprender o que tenho e o que não sou E quem sou…”

Antes de viver bem com alguém, precisa aprender a viver bem sozinho, a se amar. E no momento certo, quando menos esperar, encontrará a pessoa que verá o seu brilho nas diferenças que há entre suas personalidades, e os dois funcionarão bem juntos,pois antes disso, aprendeu sobre o que tinha, o que faltava em você, e quem devia se tornar para ser melhor.

“Não desistirei de nós
Deus sabe que sou forte, ele sabe
Temos muito a aprender
Deus sabe que somos dignos Não desistirei de nós
Mesmo que os céus fiquem violentos Estou lhe dando todo meu amor
Ainda olho para cima”
– I wont give up

Seguindo o Autor da vida, encontrará a pessoa perfeita para as suas imperfeições, a pessoa que te amará como Cristo ama a igreja, portanto, não desistirá de você, porque ela não olha para o momento, circunstâncias, medos ou sentimentos, ela olha para Cristo.

Fotografia: Priscilla Du Preez

@priscilladupreez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s